.mais sobre mim
.Janeiro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31
.posts recentes

. Felizmente há luar - test...

. FICHA DE EXERCÍCIOS – “AU...

. Teste 1

.tags

. acentuação(1)

. advérbios(1)

. caça ao erro 2(1)

. camões(1)

. conto popular(1)

. declinações(1)

. fábulas(1)

. ficha de exercícios - adjectivos(1)

. ficha de exercícios - adjectivos 2(1)

. ficha de verbos(1)

. funções sintáticas(3)

. gil vicente(1)

. grau dos adjectivos - exercício1(1)

. história da língua portuguesa(1)

. homófonas(1)

. homógrafas(1)

. luis de sttau monteiro(3)

. ortografia - g/j(1)

. palavras homógrafas(1)

. palavras homónimas(2)

. parónimas(1)

. poetas(1)

. preposições(1)

. registos de língua(1)

. testes(3)

. todas as tags

.arquivos

. Janeiro 2009

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

.links
.pesquisar
 
.Gramáticos desde Janeiro 08
online
Quinta-feira, 8 de Janeiro de 2009
Felizmente há luar - teste

 

Lê atentamente o seguinte excerto, para responderes correctamente ao seguinte questionário:
 
Texto
BERESFORD
           (Para Vicente e para Corvo)
Os chefes?! Quem são os chefes?
 
CORVO
Fala-se deste e daquele, mas ninguém sabe ao certo.
 
BERESFORD
Quero saber quem são os chefes. Comprem quem for preciso, vendam a alma ao diabo, mas tragam-nos os nomes dos chefes...
 
(Corvo e Vicente saem.)
 
D. MIGUEL
Eu também tenho medo, senhores, mas o meu medo não é semelhante ao vosso. Pouco me importa a fortuna ou a vida, ambas daria de boa vontade, se me fosse necessário fazê-lo, pela minha terra. A Pátria, Excelências, não é, para mim, uma palavra vã... Se algum sonho tenho, se a um estadista é permitido sonhar, o meu sonho é de não morrer sem exterminar de vez as sementes da anarquia e do jacobinismo... Sonho com um Portugal próspera e feliz, com um povo simples, bom e confiante, que viva lavrando e defendendo a terra, com os olhos postos no Senhor.
 
Sonho com uma nobreza orgulhosa, que, das suas casas, dirija esta terra privilegiada. Vejo um clero, uma nobreza e um povo conscientes da sua missão, integrados na estrutura tradicional do Reino... Não lhes nego, Excelências, que não sou um homem do meu tempo. Um mundo em que não se distinga, a olho nu, um prelado dum nobre, ou um nobre dum popular, não é mundo que eu deseje viver. Não concebo a vida, Excelências desde que o taberneira da esquina possa discutir a opinião d'el-rei, nem me seria possível viver desde que a minha opinião valesse tanto como a de um arruaceiro.
 
Pergunto-vos, senhores: que crédito, que honras, que posições seriam as nossas, se ao povo fosse dado escolher os seus chefes?
 
BERESFORD
Já que temos ocasião de crucificar alguém, que escolhamos a quem valha a pena crucificar... Pensou em alguém, Excelência?
 
D. MIGUEL (Passeando agitadamente à frente do palco)
Sou um homem de gabinete. Não tenho as qualidades necessárias para falar ao povo...
 
(Começa a apagar-se a luz que incide sobre Beresford e o principal Sousa)
 
Repugna-me a acção, estaria politicamente liquidado se tivesse de discutir as minhas ordens… Não sou, e nunca serei, popular. Quem o for, é meu inimigo pessoal.
 
(Pausa)
 
No estado em que se encontra o Reino, basta o aparecimento de alguém capaz de falar ao povo para inutilizar o trabalho de toda a minha vida... E há quem seja capaz de o fazer...
 
(Entram Corvo e Vicente, respectivamente pela esquerda e pela direita do palco.)
 
VICENTE
Excelências, todos falam num só homem...
 
CORVO
Um só nome anda na boca de toda a gente.
 
(Surge Morais Sarmento, que avança do fundo do palco.)
 
MORAIS SARMENTO
Senhores Governadores: onde quer que se conspire, só um nome vem à baila.

Abre os braços no gesto
dramático de quem faz uma
revelação importante e
inesperada.
Começam a ouvir-se
tambores ao longe, muito
em surdina.
 
 


 

CORVO
O nome do general Gomes Freire d’Andrade!
 
(Acende-se a luz que ilumina Beresford e o principal Sousa.)
 
D. MIGUEL
Senhores Governadores: aí tendes o chefe da revolta. Notai que lhe não falta nada: é lúcido, é inteligente, é idolatrado pelo povo, é um soldado brilhante, é grão-mestre da Maçonaria e é, senhores, um estrangeirado...
 
BERESFORD
Trata-se dum inimigo natural desta Regência.
 
PRINCIPAL SOUSA
Foi Deus que nos indicou o seu nome.
 
D. MIGUEL
(Sorrindo)
Deus e eu, senhores! Deus e eu...
 
CORVO
Mas, senhores, nada prova que o general seja o chefe da conjura. Tudo o que se diz pode não passar de um boato…
 
D. MIGUEL
Cale-se! Onde está a sua dedicação a el-rei, capitão?
 
PRINCIPAL SOUSA
Agora me lembro de que há anos, em Campo d'Ourique, Gomes Freire prejudicou muito a meu irmão Rodrigo!
 
Felizmente há Luar, Luís de Sttau Monteiro
 
 
I
Questionário
 
1.      Enquadra este excerto na estrutura externa e na estrutura interna da obra.                                     20 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
2.      Refere a importância do excerto transcrito para o desenvolvimento da acção da peça.       20 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
_____________________________________________________________________________________________
3.      Relê o texto até “Senhores Governadores: aí tendes o chefe da revolta.” Identifica, justificando, três elementos cénicos que contribuem para aumentar a tensão dramática.                                           20 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
4.      “Trata-se dum inimigo natural desta Regência”. Explica como, no contexto, esta réplica de Beresford tem um efeito irónico.                                                                                                                        10 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
5.      Apresenta, a partir do texto, três traços caracterizadores de D. Miguel.                                            20 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
6.      Caracteriza de forma sumária as seguintes personagens:                                                      40 pontos
a)     Beresford;
b)      Pincipal Sousa;
c)      Os capitães Corvo e Morais Sarmento;
d)     Vicente.
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
7.      Há vários motivos apontados para a condenação de Gomes Freire d’Andrade. Apresenta a fundamentação referida pelos regentes do país.                                                                               20 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
8.      Traça o retrato de Gomes Freire d’Andrade, comparando-o com o de D. Miguel.                20 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
II
Expressão Escrita
                                                                                                             
Num texto de 150 a 160 palavras, imagina-te advogado(a) de acusação de um delator (inspirando-te em Vicente/ um elemento da PIDE/ Judas), referindo os argumentos que utilizarias em tribunal para o acusar e como convencerias o juiz e os jurados das razões para a condenação do delator. 
                                                                                                                                                          30 pontos
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
Bom Trabalho.
publicado por paulacalcadaalves às 20:19
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 6 de Julho de 2008
FICHA DE EXERCÍCIOS – “AUTO DA BARCA DO INFERNO”

Episódio: “O Fidalgo”

 

1. Indica a razão por que o Fidalgo é a primeira personagem a entrar em cena.
2. Identifica os elementos simbólicos que ligam o Fidalgo à classe social a que pertence.
2.1. Descobre o simbolismo desses elementos.
2.2. Explica como esses elementos são já uma indicação da sua condenação.
3.  Faz o levantamento das passagens das falas do Diabo que, neste momento da cena, revelam a irremediabilidade do destino do Fidalgo.
4. Indica os argumentos de ordem social utilizados pelo Fidalgo para forçar a sua entrada na barca do Anjo.
5. Retira das réplicas do Anjo uma passagem que ilustre o facto de a sua barca ser a dos humildes.
6. «Não vindes vós de maneira/ pêra ir neste navio» (versos 92-93). Que objectos refere o Anjo para comprovar esta sua afirmação?
6.1. Observando os restantes versos dessa réplica do Anjo, diz que pecados do Fidalgo são representados por tais objectos.
7. Atenta no momento em que o Fidalgo regressa à barca infernal. O comportamento deste altera-se. Concordas com esta afirmação? Porquê?
8. Observa os versos 128-147 e 148-159, onde são referidas duas mulheres com quem o Fidalgo se relacionou em vida. Quem eram essas mulheres? Que características as uniam?
9. Aponta razões para o Diabo dispensar o Pajem e a cadeira d’espaldas.

 

 

publicado por paulacalcadaalves às 22:54
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 16 de Maio de 2008
Teste 1

Lê atentamente o seguinte texto:

Winona condenada por roubo


Há onze meses, a actriz norte-americana, Winona Ryder, foi protagonista de um episódio digno de um filme de Hollywood, ao ser detida quando saía de uma das mais elegantes lojas de Beverly Hills, «carregada» de artigos – entre os quais um vestido Gucci, uma mala e um chapéu também de marca, tudo num valor de cerca de 5400 euros – que não pagou.

A história não teve um final feliz e, na quarta-feira, a estrela da Idade da Inocência foi condenada por roubo e vandalismo – por ter removido os sensores de segurança dos artigos – mas foi considerada inocente da prática de roubo com fim comercial, uma vez que, para tal, seria necessário provar que Winona entrou na loja já com a intenção de cometer os furtos. (…)

Durante a leitura do veredicto, a actriz mostrou-se calma e não teve qualquer reacção. Em vez de tempo de prisão, que poderia chegar aos três anos, a acusação requereu uma pena em liberdade condicional, bem como trabalho comunitário e o pagamento de uma indemnização à loja em questão.

Mas, em todo o processo, a acusação fez-se valer de testemunhas de peso. Um segurança do estabelecimento confirmou ter visto Winona, na sala de provas, «ajoelhada no chão e com os dedos a sangrar enquanto arrancava etiquetas de segurança de uma mala». Outra prova contra a celebridade foi a apresentação de um vídeo de vigilância – no dia em que a acusada comemorava 31 anos – que mostra a actriz a passear-se pelos corredores da loja, usando um casaco comprido e «empilhando» roupa no braço. (...)

 

In, Diário de Notícias, 8/11/2002


Responde as seguintes perguntas de forma CLARA e COMPLETA:


I

  1. Seleccione o sinónimo correcto das palavras destacadas.
    · … “foi protagonista de um episódio”…
    a) amiga b) personagem principal c) actriz d) polícia
    · … “ao ser detida”…
    a) fotografada b) aplaudida c) presa pela polícia d) beijada
    · … “cometer os furtos.”
    a) roubo b) empréstimo c) pagamento d) aluguer
    · … “leitura do veredicto”…
    a) verdade b) conto c) filme d) sentença


2. Este texto faz referência a um acontecimento relacionado com uma actriz norte-americana.
2.1 Narre, resumidamente, o que aconteceu.

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
3. Este texto é feito de uma forma diferente do habitual.
3.1. Identifique que tipo de texto é. 

_______________________________________________________________
3.2. Mencione as partes em que se divide este texto.

_______________________________________________________________
3.3. Como já deve ter identificado o «lead», detecte as informações que lá se encontram registadas, respondendo às 4 perguntas obrigatórias deste parágrafo.

____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________
4. Diga o que é:
a) um jornal diário

_______________________________________________________________
b) um semanário

_______________________________________________________________
c) um jornal regional

_______________________________________________________________
d) um jornal nacional

_______________________________________________________________

e) um jornal «on-line»

_______________________________________________________________

 

 

II


a) Redige uma notícia seguindo os seguintes dados:


Quem? Uma furgoneta
O quê? Deixou cair um carregamento de cimento
Quando? Ontem
Onde? Avenida Arriaga, em frente a Sé Catedral
(Não se esqueça do Título e do Corpo da Notícia).

__________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

b) Escolha apenas uma das propostas que lhe são apresentadas seguidamente. Elabore uma notícia a partir de um dos seguintes títulos:
· CAVALOS INVADIRAM VIA-RÁPIDA 
· ALUNOS GANHAM PRÉMIO POR “CIVILIZAR” ESCOLA
· JARDIM DECIDE ABANDONAR O PODER

(Não se esqueça de escrever um antetítulo e um subtítulo)

_______________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

III

Ditado

________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________________

 

 

                                                                                                         Bom Trabalho!

 

 

tags:
publicado por paulacalcadaalves às 11:42
link do post | comentar | favorito
|